Histórias de eventualidades, improbabilidades, bicharadas, noitadas e coisas do arco da velha que de alguma forma me acabam sempre por acontecer. Crónicas diárias com a matilha, muita bicharada à mistura, muita música e sempre com um humor caústico como muita gente gosta de o caracterizar.

02/07/2009

The hell!


Ontem, vinha eu da casa de banho de um qualquer centro comercial com as mãos ainda húmidas de as ter lavado. Quando encontro alguém que não via há muito tempo.
Primeiro é sempre estranho apertar as mãos a alguém com as mãos ainda molhadas, mas neste caso até nem me importei.
Para quem andou comigo na universidade certamente se lembrará do Ranholas, essa figura mítica. Pois é, encontrei-o, bem mais gordo e com projecto de careca. Esbocei um "tudo bem?" assim em jeito de despacho. E pus-me na alheta que não estava com pachorra para "Qué é que tens feito?"'s.
Estou velho. E o pior é que os outros da minha idade ainda estão a ficar mais velhos que eu.

5 comentários:

Dali disse...

Pensas tu!...

browneyedgirl82 disse...

Velho?!?! Ainda nao. So no sabado.... ;)

S. C. disse...

Ao menos não me está a cair o cabelo!

ADry disse...

'Es msm ruimzão!!! ;P

Ana disse...

Felizmente, aos trinta, ainda consegues reconhecer as pessoas.
Falamos daqui a 50 anos. Se ainda nos lembrarmos desta conversa! :D