Histórias de eventualidades, improbabilidades, bicharadas, noitadas e coisas do arco da velha que de alguma forma me acabam sempre por acontecer. Crónicas diárias com a matilha, muita bicharada à mistura, muita música e sempre com um humor caústico como muita gente gosta de o caracterizar.

06/04/2008

As panorâmicas


Sábado de manhã foi passado no meio da serra a servir de guia enquanto um amigo meu tirava panorâmicas para um trabalho de DVD que estava a fazer. Como não queria estar a atrapalhar a concentração dele e também não me apetecia estar a olhar para ontem levei a minha pequenina Fuji F31-fd para me divertir a disparar contras as orquídeas que encontrava na serra. Convida-se o meu micro companheiro que está sempre pronto para a aventura e lá fomos nós, o cosmos, aqui o je e a formiga atómica para os requantos mais altos da serra de aire e candeeiros.
Ainda deu para apanhar algumas orquídeas. As barlias por esta altura é que já estão velhas e pouco vistosas. A chuva que aí vem de certo que vai dar para as refrescar.
Estava um dia mesmo muito bom para andar a pé. Foi pena é estar uma névoazinha manhosa que não deixava tirar imagens como deve de ser, mas pelo que ouvi dizer um pouco de pós-produção e põe as coisa no sitio.
Depois, acabamos na inevitável Maria dos Queijos a lambuzarmo-nos com uns queijinhos frescos, com morcela e chouricinha na brasa, que acaba por ser o problema, já que quando acaba por chegar a carne já estamos empanturrados com as entradas. Mas foi muito bom. A dor de cabeça é que não ajudou. Quando cheguei a casa foi tomar uma aspirina e dormir umas horitas, já que se aproximava uma looooonga noite!
O resultado das orquídeas foram estes:


Orchis mascula


Orchis italica


Barlia robertiana


Aceras antropophorum


Ophrys bombyliflora

2 comentários:

MrCosmos disse...

Quer dizer... parece que a tua recolha de imagens foi mais proveitosa que a minha. a neblina aí não meteu o bedelho com as orquídias!

Obrigado,Micro Companheiro, por me indicares o norte nessa serra onde as vacas tem prioridade de trânsito. É a nossa Serra, a qual ajudas os outros a descobrir o quanto gostam dela!

Cheers!

S. C. disse...

Ora essa, mas o micro-companheiro era o míudo ;)